Diamantes passam a ser lapidados em Angola

3 February 2015

Os diamantes extraídos em Angola vão passar a ser totalmente lapidados na fábrica da Angola Polishing Diamonds, segunda-feira reinaugurada depois de um processo de reestruturação que custou 7 milhões de dólares, noticiou a imprensa angolana.

A fábrica Angola Polishing Diamonds, da Sociedade de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam), subsidiária da estatal angolana Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), representou um investimento inicial de 10 milhões de dólares, envolvendo aquando da sua constituição, em 2005, uma parceria com investidores estrangeiros.

Na sequência do processo de reestruturação do projecto, o investimento realizado na unidade nos arredores de Luanda permitirá lapidar 100% de uma pedra de diamante, da produção nacional, contra os 40% anteriores.

Com esta medida, o governo angolano prevê aumentar as receitas angariadas com a venda dos diamantes.

A criação desta fábrica envolveu, à data, a Sodiam, empresa estatal criada em Dezembro de 1999 com o exclusivo da venda dos diamantes produzidos no país, a LLD Diamonds e um consórcio angolano, formando então a empresa Angola Polishing Diamonds.

Angola é o terceiro maior produtor de diamantes de África em quantidade e em valor, com uma produção de oito milhões de quilates, apenas ultrapassado pelo Botsuana, o maior produtor mundial com cerca de 38 milhões de quilates, e pela República Democrática do Congo, com 30 milhões de quilates.

Os dados estatísticos apontam para uma produção em torno de 8,3 milhões de quilates, com receita bruta na ordem de 1100 milhões de dólares/ano. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH