Banco de Cabo Verde quer maior concessão de crédito à economia

9 February 2015

O Banco de Cabo Verde pretende que a banca comercial a operar no arquipélago conceda este ano mais crédito à economia, contribuindo dessa forma para o crescimento do Produto Interno Bruto, afirmou sexta-feira o governador da instituição.

No decurso de um encontro com responsáveis dos bancos comerciais, o governador João Serra disse não estar satisfeito com o nível de crédito concedido à economia e adiantou estar preocupado com a evolução “praticamente residual” do crédito nos últimos anos, que no ano findo chegou a ser negativa.

A esta escassez de crédito contrapõe-se o excesso de liquidez que reina em todos os bancos comerciais, tendo o governador chamado a atenção para o nível elevado de crédito malparado, “com rácios que inspiram algum cuidado” (18%).

Citado pelo jornal A Semana, João Serra manifestou-se, no entanto, optimista e disse prever um cenário de maior equilíbrio entre mais crédito à economia e a estabilização, ou até a redução, dos créditos malparados.

O presidente da Caixa Económica de Cabo Verde, Emanuel Miranda, realçou alguns dos desafios que a banca comercial tem pela frente, nomeadamente o da diminuição do papel do Estado na economia seguido de um maior “apoio” da banca aos privados.

Para Miranda, o grande desafio no que respeita à concessão de crédito tem a ver com o sector produtivo, dadas as fragilidades do tecido empresarial cabo-verdiano, tendo sugerido que a banca “poderá talvez criar unidades especiais para inventariar as oportunidades e depois ajudar a preparar os projectos.” (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH