Angola vende empresa pública de construção civil Bricomil

10 February 2015

O governo de Angola vai vender a totalidade das acções representativas do capital social da empresa Brigada de Construção Militar (Bricomil), de acordo com um despacho do ministro da Economia, Abraão Gourgel.

Através do despacho, o ministro cria uma “comissão de negociação” para garantir a “alienação da totalidade das acções” da Bricomil, num prazo de 15 dias após a homologação da venda.

Informações divulgadas em 2014 indicavam que os trabalhadores da construtora, constituída em 1994, deverão ficar com 13% das acções, 75% serão alienados a uma entidade empresarial privada e a parcela restante (12%) vendida a outros subscritores.

Além do Estado angolano, directamente, com 50% do capital social, a Bricomil tem como accionistas a Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, Banco de Poupança e Crédito, Banco de Comércio e Indústria e a Empresa Nacional de Seguros de Angola, as quatro com 12,5% cada.

A empresa actua na área da construção civil e em 2012 registou uma facturação a rondar 1,1 milhões de dólares, tendo como activos imóveis e terrenos.

A Bricomil é uma das 27 empresas a serem privatizadas até 2018 de acordo com uma lista divulgada em 2014 pelo Ministério da Economia. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH