Angola pretende construir mais unidades de lapidação de diamantes

11 February 2015

A construção de unidades de lapidação e de aplicação de diamantes em jóias consta da lista de prioridades da Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama), disse segunda-feira, na Cidade do Cabo, África do Sul, o seu presidente, António Carlos Sumbula.

O presidente da concessionária angolana disse que atendendo a que a empresa comercializa diamantes em bruto há todo o interesse em proceder à sua transformação em produto semiacabado ou acabado.

No final de um seminário sobre Oportunidades de Negócios Angola/Canadá, que decorreu nas vésperas da 21ª Conferencia Internacional de Minas, Indaba Mining, Carlos Sumbula chamou a atenção para o facto de, embora se ganhe dinheiro a vender diamantes em bruto, ganha-se muito mais a vendê-los após lapidação.

O seminário Angola/Canadá realizou-se na sequência de um outro que teve lugar em 2014, de acordo com a agência noticiosa Angop.

A 21ª Conferência Internacional de Minas, que abre as suas portas hoje oficialmente, vai reunir representantes e investidores do mundo mineiro, com o objectivo de captar investimento para diversos projectos de exploração de recursos minerais. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH