União Europeia apoia projectos no sector do caju na Guiné-Bissau

11 February 2015

A União Europeia (UE) vai contribuir com 1,5 milhões de euros para projectos que se destinem a “melhorar os rendimentos dos pequenos produtores de caju” na Guiné-Bissau, de acordo com a documentação do processo.

Daquele montante, 700 mil euros destinam-se a projectos de apoio aos pequenos produtores que tenham como objectivo melhorar a produtividade e a qualidade da produção, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

Um montante igual destina-se a acções de integração dos pequenos produtores na cadeia de valor, promoção do processamento local e integral do caju e melhoria da capacidade de gestão das organizações do sector e os restantes 100 mil euros serão aplicados em candidaturas que visem a melhoria do quadro jurídico que rege o sector do caju.

Este apoio financeiro ao sector do caju faz parte do programa Acções Integradas em Nutrição e Desenvolvimento Agrícola (EU-AINDA), tendo sido justificado com o facto de a Guiné-Bissau apresentar “níveis elevados de pobreza associados à insegurança alimentar e nutricional.”

“Os mais recentes indicadores nacionais apontam para 20% dos agregados familiares rurais em situação de insegurança alimentar” e “27% das crianças (uma em cada cinco, com menos de cinco anos) em situação de desnutrição crónica”, descreve a documentação da UE. (Macauhub/GW)

MACAUHUB FRENCH