Fábrica da Angola LNG retoma produção até final do ano

27 February 2015

A fábrica de processamento de gás natural da empresa Angola LNG retoma a produção até ao final do ano, uma vez concluída a montagem de novos equipamentos, garantiu quarta-feira em Luanda a administradora da Sonangol para a Refinação, Gás Natural e Geração de Energia e Petroquímica.

Ana da Costa lembrou que a fábrica está paralisada há cerca de dez meses devido a um incidente que afectou a maioria dos equipamentos e obrigou à suspensão de toda a produção, de acordo com o Jornal de Angola.

A empresa Angola LNG é uma parceria entre a Sonangol, Chevron, BP, ENI e Total, tendo a fábrica do Soyo custado 10 mil milhões de dólares e dispondo de capacidade para produzir 5,2 milhões de toneladas de gás natural liquefeito por ano.

A empresa dispõe de uma frota de sete navios de transporte e três terminais de carregamento de gás natural liquefeito, gases líquidos e butano comprimido.

O primeiro carregamento de gás natural liquidificado, ocorrido em Junho de 2013, teve como destino o Brasil. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH