Vale Moçambique com prejuízo de 507 milhões de dólares em 2014

9 March 2015

A empresa Vale Moçambique registou um prejuízo de 507 milhões de dólares em 2014, depois de no exercício anterior ter contabilizado perdas de 397 milhões de dólares, informou o grupo brasileiro Vale.

O grupo informou ainda que o agravamento nos prejuízos, em 110 milhões de dólares, ocorreu principalmente devido à queda dos preços na indústria do carvão (em 68 milhões de dólares) e ajustes de inventários de carvão térmico a preços de mercado (em 51 milhões de dólares).

Os resultados da Vale em 2014, publicados na página electrónica da empresa, mostram que o grupo ressentiu-se com a quebra do preço do carvão no mercado internacional e até teve que reduzir os investimentos em curso em Moçambique.

Os custos das operações de Moçambique, líquidos de depreciação, totalizaram 555 milhões de dólares em 2014, representando uma redução nos custos de 11 milhões de dólares em relação a 2013.

O grupo brasileiro alcançou um acordo de investimento com a Mitsui do Japão, em Dezembro de 2014, através do qual vai reduzir a sua participação na mina de Moatize de 95% para 81% e no Corredor Logístico de Nacala para aproximadamente 35%, após a conclusão da transacção.

O Corredor Logístico de Nacala integra a linha férrea Moatize/Nacala, ainda em construção, que vai garantir o escoamento em pleno do carvão, em alternativa à linha férrea de Sena, no centro do país, que tem sido incapaz de garantir a exportação da totalidade do carvão actualmente extraído pela Vale. (Macauhub/BR/MZ)

MACAUHUB FRENCH