Financiamentos do Japão permitiram recuperar indústria têxtil de Angola

10 March 2015

O governo de Angola celebrou em 2009, 2010 e 2011 três contratos de financiamento com o Banco Japonês para Cooperação internacional (JBIC) em montante superior a 1,2 mil milhões de dólares, disse a secretária de Estado para a Cooperação do Ministério das Relações Exteriores.

A secretária de Estado Ângela Bragança, que falava segunda-feira em Luanda sobre as relações económicas Angola/Japão, disse ainda que os recursos obtidos junto do JBIC permitiram a recuperação, modernização e expansão das indústrias têxteis da Textang II em Luanda, África Textil em Benguela e Satec no Cuanza Norte, cuja execução está a cargo de uma empresa japonesa.

Ângela Bragança, citada pela agência noticiosa Angop, salientou que os projectos relativos às empresas Textang II e África Têxtil foram concluídos em 2014, enquanto o projecto relativo à Satec deverá ficar concluído no último trimestre do ano em curso.

Ao falar no fórum de Negócios Angola/Japão, a secretária de Estado disse ter o governo solicitado recentemente ao JBIC um estudo de viabilidade para financiar um projecto de cabo de fibra óptica, avaliado em 300 milhões de dólares, na base de uma garantia a emitir pelo Ministério das Finanças.

A secretária de Estado adiantou estar em fase de preparação a contratação de um novo empréstimo para financiar o programa de reforma do sector energético, actualmente em curso em Angola. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH