Cidades de Luanda e Lobito, em Angola, vão ficar ligadas por auto-estrada

16 March 2015

Uma nova ponte sobre o rio Cuanza, na Estrada Nacional número 100, começa a ser construída este ano para permitir maior fluidez na circulação rodoviária entre Luanda, e o sul de Angola, na rota do litoral, disse director-geral do Instituto de Estradas de Angola.

António Resende disse ainda que a nova ponte vai ter quatro faixas de rodagem, duas em cada sentido, e capacidade para suportar veículos até 100 toneladas, estando o local a ser desminado e desmatado para a instalação do estaleiro.

O director-geral do Instituto de Estradas de Angola adiantou que a actual ligação entre Luanda e o Lobito, com passagem pelos arredores da cidade do Sumbe, vai dar lugar a uma auto-estrada, “dado não dispor já de capacidade para suportar o tráfego que se regista diariamente.”

A construção da auto-estrada será construída por fases, “devido à sua extensão e elevado custo”, devendo a primeira fase começar a partir da ponte sobre o Cuanza até Porto Amboim e a segunda fase até Sumbe “e assim sucessivamente até se concluir a obra.”

A Estrada Nacional 100 passa actualmente pelo interior de diversas localidades, como Porto Amboim, Sumbe e Lobito, o que tem provocado muitos constrangimentos ao trânsito rodoviário.

A actual ponte da barra do Cuanza vai continuar a funcionar, mas somente para o tráfego interno da província de Luanda, precisou António Resende.

Além da construção da nova ponte sobre o rio Cuanza, vão ser também construídas outras duas pontes com perfil de auto-estrada sobre os rios Longa e Queve, mas de menores dimensões, na medida em que a primeira tem quatro quilómetros de extensão e as outras duas 1200 metros cada. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH