Plataforma electrónica de distribuição de produtos de países de língua portuguesa vai centrar-se na agricultura e alimentos

23 March 2015

A plataforma electrónica do centro de distribuição de produtos de países de língua portuguesa dará às empresas destes países a oportunidade de se relacionarem com as da China, afirmou o presidente do Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau (IPIM).

Jackson Chang, em entrevista em Lisboa ao Jornal de Todos, uma publicação bilingue em português e chinês, disse que o relacionamento entre as empresas mencionado centrar-se-á inicialmente nos produtos agrícolas e alimentares.

Os principais conteúdos da plataforma electrónica incluem uma base de dados dos produtos agrícolas e alimentares dos países de língua portuguesa, uma base de dados de profissionais chineses e portugueses que falem duas línguas, informações sobre exposições e convenções, regulamentos e políticas dos países de língua portuguesa, zonas de investimento e cooperação, informações comerciais e económicas, fornecedores de serviços profissionais e outras informações relevantes.

Chang disse ainda ao jornal que o IPIM tem estado a trabalhar com diversas entidades da China continental e dos países de língua portuguesa na construção da plataforma electrónica que, de acordo com declarações recentes da nova coordenadora do Gabinete de Apoio ao Secretário Permanente do Fórum Macau, Echo Chan, entra em funcionamento a 1 de Abril próximo.

Na mesma ocasião, Echo Chan disse ainda que o centro de distribuição de produtos de países de língua portuguesa disporá, a prazo, de instalações físicas.

Na extensa entrevista que concedeu ao jornal, o presidente do IPIM disse acreditar que estas políticas e medidas vão aumentar o potencial e alargar as oportunidades de negócio e integração económica entre os países de língua portuguesa, Macau e a China continental.

Jackson Chan deslocou-se a Lisboa com uma delegação empresarial de Macau para participar no «Seminário sobre o Portal online para a Cooperação na Área Económica, Comercial e de Recursos Humanos entre a China e os Países de Língua Portuguesa, os “Três Centros” e na cerimónia de lançamento do “Macao Ideas-Lisboa”» na delegação económica e empresarial de Macau em Lisboa.

Os empresários de Macau aproveitaram a estada em Lisboa para visitar o Salão Internacional do Setor Alimentar e Bebidas, este ano na sua 20ª edição. (Macauhub/CN/MO/PT)

MACAUHUB FRENCH