Quatro empresas interessadas em transformar carvão em Moçambique

31 March 2015

O consórcio indiano International Coal Ventures Ltd (ICVL) recebeu manifestações de interesse de quatro empresas para a montagem de instalações de produção de energia eléctrica e produtos químicos na mina de Benga, em Moçambique, noticiou o jornal The Hindu.

O jornal refere que enquanto o carvão de coque é exportado para as empresas siderúrgicas indianas, o carvão térmico não encontra compradores no mercado local estando a acumular-se no exterior da mina localizada na província de Tete.

O ICVL adquiriu em Agosto de 2014 os activos carboníferos do grupo anglo-australiano Rio Tinto em Moçambique e, a fim de gerar procura local para o carvão térmico, anunciou pretender receber manifestações de interesse por parte de empresas para a construção de instalações diversas nos arredores da mina.

O papel do consórcio nestes negócios será simplesmente o de fornecedor de combustível.

O director geral do ICVL, N C Jha, disse ao The Hindu que duas das quatro manifestações de interesse recebidas dizem respeito à transformação de carvão em energia eléctrica sendo as outras duas relativas à transformação de carvão em produtos químicos, nomeadamente nitrato de amónia para a produção de adubos.

O consórcio procedeu já ao envio de diversos carregamentos de carvão de coque para os grupos estatais indianos Steel Authority of India, Ltd (SAIL) e Rashtriya Ispat Nigam Ltd (RINL), também conhecido como Vizag Steel. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH