Ministro da Índia anuncia investimentos de grupos estatais em Moçambique

14 April 2015

Grupos estatais indianos vão investir 6 mil milhões de dólares ao longo dos próximos 4 anos em Moçambique na liquidificação de gás natural para posterior exportação para países como a Índia, anunciou em Nova Deli o ministro indiano do Petróleo e Gás Natural.

O ministro Dharmendra Pradhan, que falava num encontro de trabalho organizado pela Agência Internacional de Energia, em colaboração com entidades locais, referia-se aos grupos Oil and Natural Gas Corporation (ONGC), Oil India Ltd (OIL) e Bharat Petroleum Corp.

O primeiro grupo, através da ONGC Videsh, a empresa para os negócios no estrangeiro e os outros dois detêm uma participação de 30% na Área 1 da bacia do Rovuma, norte de Moçambique, onde se estima existam depósitos com 75 biliões de pés cúbicos de gás natural.

“Já investimos mais de 6 mil milhões de dólares e vamos aplicar um montante igual até 2019 para desenvolver a Área 1”, disse Pradhan, citado pela imprensa indiana.

O ministro indiano do Petróleo e Gás Natural deixou Moçambique há dias depois de uma visita que serviu para discutir o fortalecimento da cooperação energética entre os dois países.

“Tive uma visita com muito sucesso a Moçambique…e estamos a ter total cooperação do governo de Moçambique no que se refere ao desenvolvimento inicial e monetização do projecto na bacia do Rovuma”, disse ainda o ministro.

O ministro anunciou ainda que os primeiros embarques de gás natural liquefeito da Área 1 para a Índia deverão ocorrer em 2018/2019. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH