Sinal analógico de televisão e telefonia em Moçambique mantém-se depois de Junho

20 April 2015

As estações de telefonia e de televisão de Moçambique que continuam ainda a emitir em sinal analógico manter-se-ão em funcionamento, mesmo depois de 17 de Junho próximo, garantiu a vice-ministra dos Transportes e Comunicações.

Moçambique, à semelhança de outros países do mundo, está envolvido num processo de migração de radiodifusão analógica para digital e o prazo acordado pelos países membros da Região 1 da União Internacional das Telecomunicações (UIT), na qual Moçambique se inclui, é de 17 de Junho do corrente ano.

A vice-ministra Manuela Rebelo disse em Maputo que a decisão de cessar as emissões em sinal analógico é soberana, podendo as estações do país continuar a emitir nesse sinal, “pelo que não haverá qualquer apagão depois dessa data”, de acordo com a agência noticiosa AIM.

Manuela Rebelo disse ainda que o governo já assumiu que não será possível cumprir o prazo estabelecido para a descontinuidade das transmissões analógicas e sua substituição pelas digitais.

Em 2014, o governo de Moçambique e o Banco de Exportações e Importações (ExIm) da China assinaram um acordo no valor de 223 milhões de dólares para a construção de 24 estações de transmissão de instalações de rádio e televisões digitais no país.

Segundo a vice-ministra, o processo de financiamento ainda está em avaliação pelo banco, “o que tem levado a um atraso na execução do projecto tal como tinha sido concebido.”

África do Sul, Suazilândia e Malaui são alguns dos países cujo processo de migração está mais avançado do que Moçambique. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH