Guangdong representa oportunidade para empresários chineses e dos países de língua portuguesa

20 April 2015

A secretária-geral adjunta do Secretariado Permanente do Fórum de Macau defendeu uma maior relação empresarial entre a província de Guangdong e os países de língua portuguesa.

Echo Chan disse, em entrevista ao jornal Tribuna de Macau, que “há muitos empresários que querem ter maior ligação aos países de língua portuguesa e a província de Guangdong é uma grande oportunidade. Isso tem de ser aproveitado.”

Com uma área de 179,8 mil quilómetros quadrados e uma população de 106 milhões de habitantes a província de Guangdong registou em 2014 um Produto Interno Bruto de 1 bilião de dólares e uma taxa de crescimento de 7,8%, sendo uma das mais importantes área de desenvolvimento da China.

Macau, que se situa na periferia da província de Guangdong, está integrado num projecto de desenvolvimento regional, que envolve diversos centros de produção englobados no Delta do Rio das Pérolas.

Na entrevista, Echo Chan revelou que o Centro de Distribuição de Produtos dos Países de Língua Portuguesa, cuja criação foi anunciada em 2013, começará a funcionar antes da realização da próxima reunião de ministros do Fórum de Macau, que terá lugar em 2016.

Na entrevista ao jornal Echo Chan aborda questões ligadas ao trabalho futuro do Fórum de Macau, à ligação com o Instituto de Promoção do Investimento e do Comércio de Macau, à formação e ao ensino da língua portuguesa destacando ainda que o Fórum pode vir a acolher iniciativas de ordem cultural.

“O Secretariado Permanente do Fórum de Macau define um conjunto de actividades a desenvolver e nós estamos abertos a novas iniciativas. Podemos encorajar e incentivar outras entidades a participarem nessas iniciativa mas não pode ser apenas o Fórum a assumir todos os papéis (…) por isso estamos abertos a todas as ideias que possam surgir para promover um maior intercâmbio cultural”, disse. (Macauhub/CN/MO)

MACAUHUB FRENCH