Banco da China cria em Macau equipa para negócios com países de língua portuguesa

22 April 2015

A sucursal do Banco da China em Macau criou uma equipa para promover a cooperação económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa, escreve na edição de hoje o jornal em língua portuguesa Tribuna de Macau.

O jornal adianta que a iniciativa pretende aproveitar “as grandes oportunidades” da política do governo central bem como manter uma coordenação “activa” com o governo de Macau para a construção de uma plataforma de serviços para a cooperação comercial entre a China e os países de língua portuguesa no território.

Além de oferecer todos os tipos de serviços bancários, o Banco da China em Macau pretende também oferecer “serviços financeiros mais adequados e personalizados” de acordo com as “características comerciais” das relações entre a China e os países de língua portuguesa.

A instituição assume também o propósito de “fortalecer a cooperação com os bancos dos países lusófonos” para promover a utilização do yuan no comércio “entre a China e os países da língua portuguesa.”

A criação de uma “plataforma transfronteiriça de compensação em yuan” que se possa “espalhar” pelos países da língua portuguesa é outros dos objectivos, frisou a instituição ao jornal.

A instituição destacou o potencial da ligação comercial e económica entre a China e os países de língua portuguesa referindo que desde a criação do Fórum Macau o valor do comércio bilateral já ultrapassou 100 mil milhões de dólares.

Desde que foi criada, a equipa tem contactado com o Fórum de Macau, com entidades governamentais de Macau, com os bancos portugueses no território e com associações comerciais da China, de Macau e dos países de língua portuguesa, “estabelecendo um mecanismo de comunicação periódica.” (Macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH