Cabo Verde e União Europeia alargam Parceria Especial

5 May 2015

Cabo Verde e a União Europeia (UE) vão alargar a Parceria Especial, iniciada em 2007, a novas áreas, como as energias renováveis e o reforço do sector privado, disseram segunda-feira na Praia responsáveis oficiais.

A afirmação foi proferida pelo embaixador da União Europeia em Cabo Verde, José Manuel Pinto Teixeira, e pela secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros cabo-verdiana, Maria de Jesus Miranda, ao anunciarem a semana da Parceria Especial e o Dia da Europa, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

Para Maria de Jesus Miranda, a parceria nas energias renováveis é “sui generis e muito ampla” e vai abarcar vários parceiros e Estados-membros da UE que têm uma “cooperação intensa” com Cabo Verde nesse domínio, resultado de um memorando de entendimento assinado em 2014.

No caso de Cabo Verde, o objectivo, prosseguiu a secretária de Estado, é ajudar o país a alcançar a auto-sustentabilidade energética, com benefícios económicos, sociais e ambientais e a atingir, até 2020, uma cobertura a 100% com energias renováveis.

A União Europeia e Cabo Verde assinaram a Parceria Especial em 2007, assentando em seis pilares – boa governação, integração regional, convergência técnica e normativa, segurança e estabilidade, sociedade do conhecimento, luta contra a pobreza e apoio ao desenvolvimento.

Durante a semana da parceria especial e do dia da Europa, que se assinala a 09 de Maio, Cabo Verde e UE realizam várias actividades políticas, culturais e educativas na Cidade da Praia e na Cidade do Mindelo, na ilha de São Vicente. (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH