FMI concede empréstimo à Guiné-Bissau

6 May 2015

O Fundo Monetário Internacional vai conceder um empréstimo de 23,9 milhões de dólares à Guiné-Bissau após ter constatado melhorias no desempenho macroeconómico do país, disse terça-feira em Bissau o chefe da missão do FMI.

Felix Fisher, que efectuava um balanço de duas semanas de consultas, disse ter ficado satisfeito com o que viu e ouviu das novas autoridades da Guiné-Bissau saídas das eleições gerais de 2014.

Disse, no entanto, que uma decisão final sobre um empréstimo à Guiné-Bissau só será tomada formalmente na reunião do conselho de administração do FMI, marcada para Julho.

Citado pela agência noticiosa Lusa, Fisher disse ainda que o empréstimo será concedido em três parcelas durante igual número de anos e enumerou como alguns dos factores que contribuíram para o desempenho macroeconómica o bom preço da castanha de caju (principal produto de exportação do país) e melhorias nos serviços de telecomunicações e energia.

O FMI estima que a economia da Guiné-Bissau tenha crescido 2,5% em 2014 e que vá crescer 4,7% este ano, tendo Felix Fisher antecipado a manutenção dessa tendência nos próximos anos, desde que sejam executadas reformas estruturais com uma boa gestão das finanças públicas, pagamento de salários atrasados, cessação das despesas não tituladas e centralização das receitas do Estado numa conta única. (Macauhub/GW)

MACAUHUB FRENCH