Timor-Leste com défice comercial de 894 milhões de dólares em 2014

7 May 2015

Timor-Leste registou em 2014 um défice comercial de 894,86 milhões de dólares, um agravamento de 17,2% face a 2013, informou quarta-feira em Dili o Banco Central, que adiantou ter-se o desequilíbrio nas contas ficado a dever-se à manutenção de uma elevada dependência das importações, “cujos crescimento continuou robusto em 2014.”

No relatório anual relativo ao exercício de 2014, o Banco Central de Timor-Leste adianta que a exportação de mercadorias continua a ser baixa, representando menos de 10% do comércio total, com um crescimento anual de 1,4%.

De acordo com o relatório divulgado, as exportações de Timor-Leste em 2014 ascenderam a 91,97 milhões de dólares, contra 79,34 milhões um ano antes, tendo as importações atingido 986,62 milhões de dólares, depois de em 2013 se terem situado em 842,79 milhões de dólares.

O café, a quase única exportação de Timor-Leste, “pelo menos aquela que é sistematicamente registada pelos serviços oficiais de estatística”, registou em 2014 valores inferiores aos observados em 2013 tanto em termos de quantidade – 9643 toneladas contra 13 252 toneladas em 2013 – e em valor – 13,6 milhões de dólares contra 15,8 milhões em 2013.

Os principais produtos importados por Timor-Leste em 2014 foram os derivados de petróleo, seguidos dos veículos e das máquinas eléctricas, representando os primeiros 15,8% do total da importação e tendo continuado a crescer de forma substancial relativamente aos anos anteriores.

As importações no ano transacto tiveram por origem fundamentalmente dois países – Indonésia e Singapura, com 159 milhões de dólares (28,4%) e 125 milhões de dólares (22,3%), respectivamente – surgindo em terceiro lugar a China com 41 milhões de dólares (7,4%). (Macauhub/TL)

MACAUHUB FRENCH