Reparação de infra-estruturas agrícolas na Zambézia, Moçambique, custa mais de 2 milhões de dólares

8 May 2015

O programa de reposição de infra-estruturas agrícolas destruídas pelas cheias que assolaram a província da Zambézia no início do ano vai custar mais de 2 milhões de dólares, disse o director-geral do Instituto Nacional de Irrigação de Moçambique, citado pelo jornal Notícias, de Maputo.

Paiva Munguambe disse há dias que os sistemas de irrigação da província foram fortemente atingidos pelas cheias e, para voltarem a contribuir para a produção de arroz, será necessário mobilizar recursos para reconstruir não só os sistemas de regadios mas também as vias de acesso.

Os cálculos iniciais indicam que são necessários mais de dois milhões de dólares para reparar os regadios de Tewe, no distrito de Mopeia, Muriri, em Morrumbala, e Mutange, em Namacurra.

O director-geral do Instituto Nacional de Irrigação disse que o regadio de Munda-Munda, na Maganja da Costa, não está contemplado porque o nível de destruição foi muito grande, pelo que precisa de um outro nível de investimento e intervenção.

Paiva Munguambe adiantou que os empreiteiros que vão executar as obras estão já identificados faltando apenas que os fundos, que sairão do Orçamento Geral do Estado, sejam disponibilizados pelo governo central. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH