Refer Engineering vence concurso para melhorar ligação ferroviária Maputo-África do Sul

8 May 2015

A consultora Refer Engineering venceu um concurso para o desenvolvimento do projecto de reparação, modernização e extensão do sistema de transporte ferroviário que liga o porto de Maputo à África do Sul, através da linha de Ressano Garcia, informou o grupo português Refer.

Com o valor de 1,65 milhões de dólares, a proposta da Refer Engineering, subsidiária daquele grupo estatal português, foi apresentada por um consórcio que reúne, além da empresa, a moçambicana Engenheiros Consultores de Moçambique (ECM) e a portuguesa Proman, devendo ser executada no prazo de seis meses, de acordo com o comunicado.

O concurso foi lançado em 2013 pela estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) e engloba a realização de um estudo de viabilidade a longo prazo para o desenvolvimento faseado de uma estratégia ferroviária, um projecto de engenharia pormenorizado e serviços de consultoria para o aumento da capacidade de transporte da linha de caminho-de-ferro.

No caderno de encargos do projecto consta ainda a criação de programas para a manutenção periódica do sistema de transporte ferroviário, assim como para a sua recuperação, numa perspectiva sustentável de melhoramento, informou a empresa.

Com uma extensão de cerca de 90 quilómetros, a linha de Ressano Garcia liga o sistema portuário da capital moçambicana, composto pelos portos de Maputo e de Matola Gare, à localidade fronteiriça de Komatipoort, na África do Sul, fazendo parte do Corredor de Desenvolvimento de Maputo.

Orçado em cerca de 20 milhões de dólares, o projecto de reparação da infra-estrutura visa o alargamento da capacidade de transporte anual para 40 milhões de toneladas, devendo a obra ser desenvolvida nos próximos quatro anos.

De acordo com a Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC), a África do Sul representa cerca de 80% do mercado global da infra-estrutura portuária. (macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH