China e Brasil renovam Plano de Acção Conjunta

13 May 2015

O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, deverá chegar ao Brasil a 18 de Maio, para uma visita que incluirá Brasília e Rio de Janeiro, de onde seguirá para a Colômbia, Peru e Chile, noticiou a imprensa brasileira.

A visita deverá servir para renovar o Plano de Acção Conjunta entre os dois países, documento genérico sobre as áreas de cooperação que foi assinado em 2010, com validade até 2014.

A renovação foi anunciada durante a visita do Presidente Xi Jinping ao Brasil, em Julho de 2014, com a intenção de alargar o plano até 2021, devendo o novo documento, que está em negociação, ter poucas diferenças em relação ao actualmente em vigor.

Para o Brasil, a prioridade é melhorar a cooperação económica, atrair mais investimentos chineses e remover dificuldades para a entrada de exportações na China.

Em 2014, o comércio entre a China e o Brasil ascendeu a 86,90 mil milhões de dólares (menos 3,29%), com vendas brasileiras no valor de 51,97 mil milhões de dólares (menos 3,15%) e vendas chinesas no montante de 34,92 mil milhões de dólares (menos 3,49%).

A China é o maior parceiro comercial do Brasil. (Macauhub/BR/CN)

MACAUHUB FRENCH