Empresas do Brasil autorizadas a exportar carne de vaca e de frango para a China

21 May 2015

Nove empresas do Brasil foram autorizadas a exportar carne congelada de vaca e de frango para a China nos termos de um dos 35 acordos de cooperação terça-feira assinados em Brasília por representantes dos dois países, noticiou a imprensa brasileira.

O acordo, cujo nome técnico é Protocolo de Requisito de Saúde e Quarentena, autorizou a empresa Big Frango, com sede em Rolândia, no norte do Paraná, a exportar carne de frango, que até agora estava impedida por decisão unilateral das autoridades chinesas.

A Big Frango é um dos maiores grupos que actuam no sector avícola da região sul do Brasil, com 45 anos de existência, atinge uma facturação anual superior a mil milhões de reais e, de acordo com dados da própria empresa, exporta para 52 países.

A empresa foi comprada pelo grupo brasileiro JBS, o maior produtor mundial de carne, em Novembro de 2014, por 430 milhões de reais.

O embargo chinês à carne de vaca do Brasil ocorreu em Dezembro de 2012 depois de uma suspeita não confirmada de um caso de vacas loucas no estado do Paraná, foi suspenso em Julho de 2014 e anulado oficialmente em Novembro.

Nos termos do acordo assinado, as oito empresas exportadoras de carne de vaca podem recomeçar com as vendas, necessitando embora de uma autorização prévia das autoridades da China.

Ainda na terça-feira foi assinado um outro acordo, trilateral, entre o governo do estado do Mato Grosso do Sul, o Banco de Desenvolvimento da China e o grupo chinês BBCA (http://www.bbcagroup.com/english/) sobre o processamento de milho e de soja. (Macauhub/BR/CN)

MACAUHUB FRENCH