Guiné Equatorial vai aderir ao Fórum Macau

22 May 2015

A adesão da Guiné Equatorial ao Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau) deverá ser formalizada no terceiro trimestre de 2015, noticiou na sua edição de hoje o jornal Macau Daily Times.

O diário em língua inglesa cita fontes diplomáticas para afirmar que a adesão da Guiné Equatorial, que “conta com o apoio da China”, deverá ter lugar por ocasião da próxima conferência ministerial da organização.

Prestes a celebrar o primeiro aniversário da adesão à Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), ocorrida a 23 de Julho de 2014, em Dili, capital de Timor-Leste, a Guiné Equatorial tem como línguas oficiais o castelhano, o francês e mais recentemente o português e uma população estimada de 1,6 milhões de pessoas.

A recente visita de cinco dias à China do presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, resultou numa linha de crédito de 2 mil milhões de dólares e o lançamento de projectos de pelo menos 3 grandes grupos empresariais chineses, numa altura em que o país africano se debate com dificuldades devido à quebra do preço do petróleo, seu principal produto de exportação.

Na visita, que marcou também o 45º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países, foram assinados acordos com empresas chinesas para projectos de produção de electricidade e desenvolvimento da indústria, essenciais no objectivo governamental de diversificação da economia para lá do petróleo. (Macauhub/CN/MO)

MACAUHUB FRENCH