Guiné-Bissau inaugura balcão único para exportação de caju

26 May 2015

Um balcão único para facilitar os procedimentos burocráticos para a exportação de castanha de caju entrou segunda-feira em funcionamento na Guiné-Bissau, na dependência do Ministério do Comércio, Indústria e Artesanato.

O balcão centraliza todas as instâncias que interferem no processo da comercialização da castanha de caju e, deste modo, facilitou os procedimentos burocráticos aos operadores económicos na exportação da castanha.

O ministro da Economia e Finanças, Geraldo Martins, que presidiu à cerimónia de inauguração, sublinhou que o balcão é importante do ponto de vista estatístico, uma vez que permite recolher os dados relativos à comercialização do principal produto da economia guineense bem como da exportação.

Geraldo Martins disse ainda que a exportação de castanha de caju poderá na presente campanha atingir 200 mil toneladas, contra 136 mil toneladas na anterior, pois, justificou, “a campanha iniciou-se bem e os preços ao produtor são bons.”

O presidente da Associação dos Exportadores e Importadores da Guiné-Bissau, Amadu Djamanca, elogiou a iniciativa e previu igualmente uma boa campanha este ano. (Macauhub/GW)

MACAUHUB FRENCH