Economia de Macau com queda real de 24,5% no 1º trimestre de 2015

29 May 2015

A economia de Macau registou uma contracção real de 24,5% no primeiro trimestre de 2015, superior à de 17,2% observada no quarto trimestre de 2014, informaram os Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

A contracção económica, a maior alguma vez registada desde que em 2002 os números trimestrais começaram a ser divulgados, deveu-se, principalmente, à queda substancial das exportações de serviços, nomeadamente de serviços de jogos, cuja contracção atingiu 39,7% e dos outros serviços turísticos, com menos 17,7%.

Em contrapartida, adiantou a DSEC, a despesa de consumo privado, a despesa de consumo final do governo e o investimento privado subiram 6,7%, 6,8% e 28,1%, respectivamente, devido à procura interna sólida, tendo diminuído o impacto causado pela retracção económica.

O deflactor implícito do PIB do primeiro trimestre, que mede a inflação global, atingiu 5,6% em termos anuais, informaram ainda aqueles serviços.

A formação bruta de capital fixo, que reflecte o investimento, cresceu 32,2%, em termos anuais, tendo o investimento realizado pelo sector privado aumentado 28,1%, em termos anuais, devido à construção de diversos empreendimentos de turismo e entretenimento de grande envergadura. (Macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH