Parceiros anunciam apoio às pescas em Angola

29 May 2015

A União Europeia tem aprovados financiamentos para projectos pesqueiros em Angola até 2020 avaliados em 23 100 milhões de kwanzas (190 milhões de euros), anunciou quarta-feira em Lunda o representante em Angola.

Fernando Crenda, citado pelo Jornal de Angola, disse que os projectos pesqueiros a financiar por Bruxelas são consistentes com as políticas e os compromissos assumidos por Angola no domínio dos objectivos de desenvolvimento do milénio.

No mesmo encontro, o representante do Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) anunciou que os acordos de cooperação no período 2013/2017 permitem identificar e formular projectos de identificação de zonas de aquacultura, conservação pesqueira e comercialização após a captura.

Mamadou Diallo referiu que os resultados obtidos até à data encorajaram a FAO a elevar o apoio para mais dez projectos financiados para o período 2016/2017, com 1210 milhões de kwanzas (cerca de 11 milhões de dólares).

Por seu turno, o economista principal do Banco Africano de Desenvolvimento em Angola disse a ter a instituição aprovado, em 2013, um novo projecto de apoio ao desenvolvimento da pesca artesanal, estimado em cerca de 40 milhões de dólares.

Joelmo Mzima disse, no decurso da reunião, que o BAD concederá um empréstimo de 30 milhões de dólares para o projecto, sendo os restantes 10 milhões de dólares garantidos pelo governo central angolano.

Participaram na reunião técnica de cooperação parceiros do Ministério das Pescas como as embaixadas de Espanha e da Noruega, a FAO, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Banco Mundial, Banco Africano de Desenvolvimento, Agência Nacional de Investimento Privado e o Ministério da Indústria, entre outras organizações institucionais e empresariais nacionais e estrangeiras. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH