Entrada de novo accionista no Moza Banco dependente de aval da Moçambique Capitais

2 June 2015

A venda da participação de 49% que o português Novo Banco detém no Moza Banco terá de contar com o aval da sociedade Moçambique Capitais, assegurou recentemente o presidente do banco moçambicano em declarações ao semanário Savana.

Prakash Ratilal falava a propósito da venda da instituição portuguesa, decidida pelo Banco de Portugal durante o processo de Resolução do Banco Espírito Santo (BES), que fez com que o capital que este detinha no Moza Banco, através do BES África, passasse para o Novo Banco.

Com 51% da quota accionista do Moza Banco, a Moçambique Capitais tem o direito de vetar a entrada de um novo accionista para a instituição financeira, a quarta maior de Moçambique, ao abrigo dos acordos anteriormente aceites pelo BES África, afirmou Ratilal, que acumula o cargo de presidente da sociedade moçambicana.

“Assiste-nos o direito de escolhermos a nossa noiva, o nosso novo parceiro”, enfatizou o presidente da Moçambique Capitais.

Na semana passada, várias notícias deram conta do alegado interesse da sociedade de investimento Atlas Mara, fundada pelo antigo presidente executivo do banco Barclays, Robert Diamond, em adquirir a participação do Novo Banco na instituição moçambicana.

Sobre esta informação, Prakash Ratilal disse apenas que “várias entidades” têm manifestado este interesse, escusando-se a confirmar a aproximação da Atlas Mara ao Moza Banco, assim como de adiantar o nome dos outros interessados, alegando compromissos de confidencialidade.

No entanto, segundo a imprensa portuguesa, a venda isolada do capital do Novo Banco em Moçambique é improvável atendendo ao processo de Resolução do BES, que impossibilita a venda separada dos activos do recém-criado banco português.

De acordo com o portal do Moza Banco, a instituição financeira detém 6,97% da quota do mercado em Moçambique, país onde operam 19 bancos comerciais.

Para consolidar a sua posição de segundo maior accionista no Moza Banco, o extinto BES África adquiriu em duas fases diferentes 24,5% do capital da Geocapital – Gestão de Participações, sociedade de investimento do magnata do jogo de Macau Stanley Ho. (Macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH