Lançada primeira fase de construção do porto de águas profundas de Cabinda, Angola

10 June 2015

As obras de construção da primeira fase do porto de águas profundas de Cabinda iniciaram-se terça-feira com uma cerimónia em que participaram a governadora provincial e o presidente da sociedade anónima Caioporto, escreveu a agência noticiosa Angop.

A Caioporto foi constituída em 2012 em Luanda como veículo de propósitos especiais tendo recebido a concessão para financiar, planear, projectar, construir e administrar o porto de Caio nos termos e condições do contracto elaborado em colaboração com o Ministério dos Transportes.

Brian Fuggle, presidente da Caioporto, disse que para nesta fase inicial as obras foram adjudicadas à empresa sul-africana Franki Africa, que vai efectuar, entre outros trabalhos, 20 a 60 furos até 35 metros de profundidade, que irão fornecer informações críticas para a fundação do porto.

A governadora provincial Aldina Catembo salientou que o porto vai permitir maior celeridade na exportação do petróleo e do gás saídos do campo petrolífero de Malongo, fazer de Cabinda um ponto de apoio às vizinhas repúblicas do Congo Brazzaville e Democrática do Congo.

A construção do porto, na localidade de Caio Litoral, resulta de uma parceria público-privada e será concretizada em três fases, consistindo a primeira na construção das infra-estruturas portuárias e de uma área de serviços de carga de 100 hectares.

Dados disponibilizados pela empresa concessionária, responsável pela construção e pela futura exploração do porto, indicam que esta primeira fase envolve ainda a construção de um cais com 775 metros de comprimento. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH