Hidroeléctrica de Cahora Bassa, em Moçambique, inicia construção de central norte

15 June 2015

As obras de construção da central norte do aproveitamento hidroeléctrico de Cahora Bassa vão iniciar-se em breve, afirmou recentemente o presidente da Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB).

Paulo Muxanga disse que a empresa está a trabalhar com o governo na expansão da capacidade de produção de energia eléctrica através da construção da central norte que adicionará cerca de 1250 megawatts à actual produção de 2250 megawatts.

Na abertura do IV Seminário sobre o contributo da HCB para o desenvolvimento de Moçambique, um evento de um dia que juntou diversas personalidades, Muxanga disse que o cenário energético actual difere totalmente do de há 40 anos, quando o consumo em todo o país mal atingia 100 megawatts.

Estimativas actuais indicam que Moçambique consome mais de 500 megawatts, excluindo a fundição de alumínio Mozal, localizada no Parque Industrial de Beluluane, na província meridional de Maputo, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

Muxanga disse ainda que os consumos nas cidades e no campo cresceram exponencialmente e, hoje em dia, são frequentes as notícias de indústrias que não se podem estabelecer em certas regiões por insuficiência no abastecimento, além das dúvidas frequentes do público consumidor sobre a qualidade da energia eléctrica.

O presidente da Hidroeléctrica de Cahora Bassa disse também que a empresa atravessa uma fase de grande robustez financeira, sendo disso testemunho o facto de já ter amortizado 72% do empréstimo de 900 milhões de dólares contraído junto dum sindicato bancário para pagar a maior parte das acções até então detidas por Portugal.

Paulo Muxanga salientou que a empresa deverá proceder à amortização total do empréstimo até finais de 2016, contrariamente ao estabelecido no contracto que apontava para Dezembro de 2017. (Macauhub/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH