China melhora condições de amortização dos empréstimos a Angola

23 June 2015

As condições dos empréstimos concedidos a Angola pela China foram melhoradas, informou sexta-feira o Ministério das Finanças de Angola que garantiu em comunicado não ter sido solicitada qualquer moratória quanto à respectiva amortização.

O ministério referia-se às notícias publicadas durante a visita oficial de cinco dias do Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, à China, que terminou a 13 de Junho, durante a qual foi negociado um reforço do apoio financeiro da China a Angola.

Os contornos deste acordo são ainda desconhecidos, tendo sido noticiado o pedido de uma moratória de dois anos sobre o pagamento da dívida – apoio financeiro obtido depois do fim da guerra civil, em 2002 – junto de entidades chinesas.

No comunicado citado pela agência noticiosa Lusa, que representa a primeira informação oficial sobre os acordos com a China, o Ministério das Finanças garante que os relatos publicados na imprensa “não são verídicos.”

Na nota informa-se que os ministros angolanos que integraram a comitiva de José Eduardo dos Santos analisaram com os congéneres chineses “maneiras para expandir a capacidade fiscal” e para prosseguir com a execução do Plano Nacional de Desenvolvimento, de Angola, “sem comprometer a actual carteira de dívida, dada as circunstâncias actuais de baixa dos preços do petróleo no mercado internacional.”

Após as conversações entre Eduardo dos Santos e o Presidente da China, Xi Jinping, foi anunciado que a China vai ajudar financeiramente Angola a “superar as dificuldades” criadas pela queda do preço do petróleo e consequente “diminuição das receitas do governo.” (Macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH