Rubis de Moçambique leiloados por 29,3 milhões de dólares

23 June 2015

A multinacional britânica Gemfields obteve uma receita de 29,3 milhões de dólares num leilão de rubis em bruto extraídos em Moçambique, anunciou a empresa num comunicado enviado à macauhub em Maputo.

A receita obtida com o leilão das pedras preciosas, decorrido entre os dias 16 e 21 de Junho em Singapura, será repatriada para Moçambique, através da Montepuez Ruby Mining (MRM), mineira na qual a Gemfields detém uma participação maioritária de 75%.

O preço de venda médio por quilate foi de 617 dólares, “em linha com o valor atingido em leilões anteriores de qualidade elevada”, tendo sido arrematados 47 451 quilates de rubis, incluindo o par “Olhos de Dragão” (com um peso combinado de 45 quilates) recentemente descoberto numa concessão de 330 quilómetros quadrados que o consórcio explora na província de Cabo Delgado.

Nesta província, a MRM foi identificada pela Autoridade Tributária de Moçambique como a empresa que mais impostos pagou durante o ano de 2014, lê-se no comunicado, que dá ainda conta do compromisso em apoiar o projecto de conservação de leões na Reserva Nacional do Niassa, “para assinalar a descoberta e venda” do par de rubis “Olhos de Dragão.”

A entrada da Gemfields no mercado moçambicano deu-se em Junho de 2011, quando adquiriu 75% do capital da MRM à moçambicana Mwiriti Limitada, que mantém, desde então, uma participação minoritária de 25% no consórcio. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH