BNU e Banco da China juntos em negócios nos países de língua portuguesa

26 June 2015

O Banco Nacional Ultramarino (BNU) e o Banco da China, os dois bancos emissores em Macau, assinaram quinta-feira um protocolo de cooperação para fomentar negócios entre a China e os países de língua portuguesa.

Pedro Cardoso, administrador-delegado do BNU, disse na ocasião que o acordo representa uma forma de as duas instituições ajudarem a desenvolver Macau como uma verdadeira plataforma de cooperação entre a China e os países de língua portuguesa, no domínio económico.

Citado pela Rádio Macau, Cardoso adiantou que o Banco da China tem uma vasta rede no território chinês e que o grupo Caixa Geral de Depósitos, em que está integrado o BNU, possui “outras valências muito importantes” como serem líderes em cinco dos sete países de língua oficial portuguesa onde estão implantados.

Pedro Cardoso manifestou-se ainda disponível para novas parcerias no âmbito da responsabilidade social que o banco assume como uma das suas tarefas, assim também cheguem ideias e propostas e exista capacidade financeira para desempenhar tais tarefas.

O protocolo de cooperação foi assinado por Ronald Kan, director executivo do BNU e por Ip Sio Kai, vice-director-geral do Banco da China Macau. (Macauhub/CN/MO/PT)

MACAUHUB FRENCH