Primeiro vinho de Angola começou a ser comercializado

30 June 2015

O primeiro vinho “Made in Angola”, o Serras de Xxila, já está a ser comercializado no país devendo chegar a Portugal em breve, disse o administrador da Herdade de Santa Maria, Carlos Carneiro.

Produzido e engarrafado na propriedade de Higino Carneiro, general do exército angolano e actual governador da província do Cuando Cubango, o Serras da Xxila é feito a partir da casta angolana Muzondo Menga Ixi, do Cuanza Sul.

“É sobre esta base que estamos a produzir”, disse Carlos Carneiro ao jornal DN/Dinheiro Vivo, acrescentando que “como estamos no início, é difícil estabelecer uma comparação com outros vinhos”, nomeadamente com os portugueses, que são dos mais exportados para Angola.

Dados da ViniPortugal indicam que Portugal vendeu para Angola 62,6 milhões de litros em 2014, no valor de 95,1 milhões de euros, país que é o segundo mercado mais importante de exportação, a seguir a França.

Na nota de prova de Serras da Xxila consta que é um vinho com uma acidez de 4,19 e com um teor alcoólico de 15%, tendo feito o estágio em barrica de carvalho francês e americano durante um ano e sendo frutado com notas de framboesa, amoras e especiarias.

Em breve, será lançado um vinho tinto reserva 2013, em estágio há três anos, produzido a partir de castas europeias como a Touriga Nacional, Malvechet, Alicante Bouchet, Pinot Noir e Cevenet Bavignon.

A herdade de Santa Maria tem 17 mil hectares, 50 dos quais dedicados para a produção de vinhos e de uva de mesa.

O projecto, que tem a assessoria técnica brasileira e a industrial portuguesa, conta com um investimento total de 16 milhões de dólares desde 2008, valor que inclui a produção de outros produtos, azeite, para o qual foram plantadas oliveiras, e ainda a pecuária, sobretudo gado bovino e caprino, instalados em 5 mil hectares. (Macauhub/AO/BR/PT)

MACAUHUB FRENCH