Angola substitui banco francês por alemão em sindicato bancário

10 July 2015

O governo de Angola substituiu o banco francês BNP Paribas pelo alemão Deutsche Bank num sindicato de bancos liderados pelo norte-americano Goldman Sachs para emissão de dívida soberana, de acordo com um despacho do Ministério das Finanças.

A informação, sem explicar a substituição, consta de um despacho do Ministério das Finanças, de 6 de Julho, citado pela agência noticiosa Lusa, revogando a carta-mandato conferida ao banco francês no cumprimento do despacho presidencial anterior, de 30 de Janeiro.

Nesse despacho, o governo angolano escolheu o Goldman Sachs para liderar um sindicato de bancos internacionais que serão agentes em “representação da República de Angola” nas emissões de dívida pública soberana do país.

Além dos bancos norte-americano e francês – agora substituído “nos mesmos termos” pelo Deutsche Bank AG, sucursal de Londres (subsidiária) – a carta-mandato foi atribuída ainda ao Banco Industrial e Comercial da China (ICBC).

O documento, que não estabelece valores concretos para emissão de dívida, foi elaborado antes da aprovação da revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2015, em Março, devido à forte quebra das receitas fiscais petrolíferas. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH