Cabo Verde beneficia de financiamento europeu para combater desemprego

14 July 2015

Cabo Verde é um dos beneficiários do programa de combate ao desemprego nos países africanos de língua oficial portuguesa e Timor-Leste financiado pela União Europeia, através do 11º Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED), noticiou o jornal cabo-verdiano A Semana.

O jornal citava declarações do presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), Vargas Melo, no final de um encontro de quadros da instituição, para debater estratégias para o combate ao desemprego juvenil que afecta cerca de 34% dos jovens cabo-verdianos.

“Ainda desconhecemos os pormenores da execução do projecto, temos apenas a informação oficial de que já há esse financiamento, avaliado em 18 milhões de euros”, afirmou.

O presidente do IEFP sublinhou que Cabo Verde, juntamente com Angola, São Tomé, Moçambique, Guiné-Bissau e Timor-Leste já tinha sido beneficiários do 10º FED, no âmbito de um programa que apoiou o sector da formação profissional e emprego e que foi liderado pelo arquipélago cabo-verdiano.

“Tendo em conta os resultados, a União Europeia entendeu continuar o financiamento no 11º FED para beneficiar os cinco países africanos de língua oficial portuguesa mais Timor-Leste na criação de estratégias para a criação do emprego, focalizado sobretudo no auto-emprego e no empreendedorismo”, disse o presidente do IEFP. (Macauhub/CV)

MACAUHUB FRENCH