Cabo Verde e Guiné-Bissau assinam acordo para evitar dupla tributação

20 July 2015

Os governos da Guiné-Bissau e Cabo Verde assinaram acordos para evitar a dupla tributação e prevenir a evasão fiscal, no final de uma visita de trabalho de quatro dias à Guiné-Bissau do primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves.

Além do entendimento ao nível da fiscalidade, Cabo Verde vai formar técnicos guineenses para o país ter um laboratório de controlo de qualidade de pescado, entre outras valências.

Os dois governos acordaram também sobre a possibilidade de realizar cimeiras de dois em dois anos, informou a agência noticiosa Lusa.

O primeiro-ministro cabo-verdiano manifestou ainda vontade de ver alguns municípios do arquipélago geminados com a ilha guineense de Bolama, na sequência da sua visita a outras duas ilhas, Bubaque e Rubane.

Por outro lado, a empresa Inpharma rubricou um memorando de entendimento com o Ministério da Saúde Pública guineense para o fabrico de medicamentos na Guiné-Bissau.

José Mária Neves destacou o trabalho em curso na Guiné-Bissau, um país que disse estar a “reerguer-se depois de vários anos de convulsões”, tendo enaltecido o desempenho do primeiro-ministro Domingos Simões Pereira.

Este por sua vez reconheceu que os dois países estão a criar “as sinergias necessárias para uma parceria estratégica” onde o sector privado “terá uma palavra a dizer.” (Macauhub/CV/GW)

MACAUHUB FRENCH