Itália apoia desenvolvimento da agricultura de Angola

21 July 2015

Os governos de Angola e Itália vão assinar um memorando de entendimento no domínio agrícola, no âmbito da visita de três dias a Luanda que o ministro italiano Maurizio Martina iniciou segunda-feira, de acordo com a agência noticiosa Angop.

O ministro das Políticas Agrícolas, Alimentares e Florestais de Itália preside hoje à abertura do Fórum de Negócios Angola-Itália, que se realiza nas instalações da Feira Internacional de Luanda (FIL), à margem da 32ª edição da Feira Internacional de Luanda (Filda).

Durante a sua permanência em Angola, Maurizio Martina encontra-se com a ministra do Comércio, Rosa Pacavira e com os secretários de Estado da Indústria e das Pescas.

Os governos de Angola e de Itália assinaram este mês três instrumentos de cooperação bilateral, com destaque para o desenvolvimento da agricultura, durante a visita do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a Roma.

Em causa estão dois memorandos de entendimento sobre cooperação económica e financeira e um terceiro instrumento jurídico sobre consultas políticas entre as diplomacias dos dois países, este envolvendo directamente os Ministérios dos Negócios Estrangeiros italiano e o das Relações Exteriores angolano.

Angola e Itália têm relações de cooperação desde 1977, altura em que assinaram o memorando que instituiu a Comissão Bilateral, então Comissão Mista de Cooperação, sendo Angola actualmente o terceiro parceiro comercial de África a sul do Saara de Itália.

Em 2013, o valor do comércio bilateral atingiu 891 milhões de euros, com 348 milhões de euros de exportações italianas para Angola.

A Itália foi o primeiro país da Europa Ocidental a reconhecer a independência de Angola, no dia 18 de Fevereiro de 1976, e a 4 de Junho do mesmo ano os dois países estabeleceram relações diplomáticas. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH