China concede empréstimo a Moçambique para linha de transporte de energia

22 July 2015

A China vai conceder um empréstimo de 400 milhões de dólares a Moçambique, o montante em falta para a construção de uma segunda linha de transporte de energia eléctrica do centro para o norte do país, anunciou terça-feira em Maputo o porta-voz do governo.

Mouzinho Saíde, que é igualmente vice-ministro da Saúde, disse no final da reunião do Conselho de Ministros que o empréstimo de 400 milhões está garantido mas, de acordo com o matutino Notícias, de Maputo, não mencionou nem a data em que o empréstimo será concedido nem as condições do mesmo.

O governo de Moçambique apreciou e ratificou nesta reunião, entre outros pontos, o acordo de empréstimo celebrado a 11 de Junho, através do qual o Banco Islâmico de Desenvolvimento (BID) se prontificou a conceder 200 milhões de dólares para a linha de transporte que ligará Chimuara, na Zambézia, e Nacala, em Nampula, num percurso de pouco mais de 600 quilómetros.

Parte da província de Tete e a totalidade da Zambézia, Nampula, Cabo Delgado e Niassa recebem actualmente corrente eléctrica através da linha Centro/Norte que parte do Songo, sendo que qualquer perturbação deixa toda a região às escuras.

Em Janeiro passado foi noticiado que que as obras de construção da linha de transporte durariam quatro anos e que poderiam ter início ainda em 2015, tendo em conta que a linha Centro/Norte opera próximo dos seus limites de segurança e de carga devido à pressão gerada pelo crescimento de consumidores. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH