Chinesa State Grid vai construir e operar linha de energia eléctrica no Brasil

23 July 2015

A chinesa State Grid Brazil Holding venceu o leilão, realizado na semana passada em São Paulo, para construir e operar a segunda linha de transmissão da energia a ser gerada pela hidroeléctrica de Belo Monte, no Pará.

Ramon Haddad, vice-presidente de manutenção e operação da State Grid Brazil disse, quarta-feira no Brasil, que a empresa vai procurar parceiros locais para a construção da linha de energia.

A estatal chinesa, que está no Brasil desde 2010, quando adquiriu sete companhias nacionais de transmissão de energia, ofereceu 988 milhões de reais (309 milhões de dólares)e ficou ainda com uma concessão para 30 anos para operar a linha de energia.

O sistema de transmissão de energia de Belo Monte, com 2.250 quilómetros, vai escoar energia do rio Xingu, no Pará, para a região Sudeste, até o município de Nova Iguaçu, no rio de Janeiro.

Em construção no Pará, a hidroeléctrica de Belo Monte tem a conclusão das obras prevista para Janeiro de 2019. Com um investimento estimado em 28,9 mil milhões de reais a central terá uma potência de 11.233 MW e deve gerar 4.571 MW médios.

Estão previstos investimentos da ordem de R$ 7 mil milhões de reais (2,19 mil milhões de dólares) em obras nos Estados do Pará, Tocantins, Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

A State Grid já havia vencido o leilão da primeira linha de transmissão de Belo Monte, para a região Sudeste.

Na altura, a empresa chinesa participou com 51 por cento em consórcio com Furnas Centrais Elétricas (com participação de 24,5 por cento) e Eletronorte (24,5 por cento).(macauhub/CN/BR)

MACAUHUB FRENCH