Bancos de Macau e dos países de língua portuguesa podem cooperar ainda mais

28 July 2015

O potencial de cooperação entre os bancos de Macau e os dos países de língua portuguesa é “imenso”, disse Ip Sio Kai, presidente da Associação de Bancos de Macau e vice-gerente da sucursal de Macau do Banco da China ao jornal em língua inglesa Business Daily.

Ip Sio Kai salientou que esse potencial decorre dos crescimentos investimentos que a China está a efectuar nos países de língua portuguesa e mencionou o facto de o comércio bilateral ter estado em franco crescimento ao longo dos últimos anos.

O presidente da Associação de Bancos de Macau recordou que a China em estado a aumentar os investimentos que efectua na construção de infra-estruturas e na produção de energia nos países de língua portuguesa e salientou que os recentes acordos de cooperação entre a China e o Brasil em 35 projectos atingem um valor de 53 mil milhões de dólares.

Ip referiu-se igualmente ao facto de todos estes investimentos e trocas comerciais poderem vir a estimular a utilização da moeda chinesa em negócios transfronteiriços e facilitar igualmente o reforço dos serviços financeiros, nomeadamente os relativos às fusões e aquisições.

Ip Sio Kai disse que a Macau foi atribuído o papel de plataforma de serviços entre a China e os países de língua portuguesa e que o território dispõe de vantagens únicas devido ao facto de uma das línguas oficiais ser o português bem como ao facto de o sistema legal em vigor ser de matriz portuguesa.

“Por isso, existe um potencial imenso de cooperação entre os bancos de Macau e os dos países de língua portuguesa, nomeadamente no que se refere às operações de pagamento e de compensação bem como de financiamento transfronteiriço”, disse o presidente da Associação de Bancos de Macau. (Macahub/MO)

MACAUHUB FRENCH