Guiné-Bissau retoma processo de privatização de empresas públicas

28 July 2015

O governo da Guiné-Bissau vai reabrir o processo de privatização das empresas públicas que se encontram abandonadas e em avançado estado de degradação, caso da Companhia Industrial de Cervejas e Refrigerantes (CICER), informou recentemente o primeiro-ministro.

Domingos Simões Pereira, que falava no decurso de uma visita à Empresa de Água e Electricidade da Guiné-Bissau e à CICER, disse que os cadernos de encargos iniciais para as operações de privatização limitaram-se a procurar parceiros estratégicos para relançar o sector “não tendo sido dada prioridade à componente financeira.”

Na mesma ocasião, o ministro da Indústria e Energia, Florentino Mendes Pereira, anunciou o lançamento dentro de dois meses de um concurso público para a construção de uma central eléctrica com uma capacidade de produção de 25 megawatts para abastecer de energia eléctrica a capital, Bissau, e arredores.

O ministro adiantou que o governo pretende mandar construir em Bissau uma outra central eléctrica, igualmente com uma capacidade de 25 megawatts, sendo esta alimentada a fuelóleo e construída ao abrigo de uma parceria que o governo guineense tem com algumas empresas portuguesas que não identificou. (Macauhub/GW)

MACAUHUB FRENCH