Agência portuguesa de promoção do comércio reforça presença na Ásia

4 August 2015

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) tenciona abrir delegações em Dili, Timor-Leste e em Seul, Coreia do Sul, ainda este ano e em Bombaim, Índia e Astana, Cazaquistão até ao final de 2016, informou recentemente o presidente da agência, Miguel Frasquilho.

O presidente da AICEP, que concluía uma visita de quatro dias à China, disse ainda à agência noticiosa Lusa que a Ásia continua a ser a zona do mundo com maior dinamismo económico, “o que justifica o reforço da nossa presença.”

Na Ásia, além das três delegações na China (Pequim, Xangai e Macau), a AICEP está representada no Japão, Arábia Saudita, Índia (Nova Deli), Indonésia, Emirados Árabes Unidos, Tailândia e Singapura.

Durante a sua visita à China, o presidente da AICEP encontrou-se com investidores chineses em Xangai e visitou a sede da multinacional Huawei, em Shenzhen, onde um grupo de 12 estudantes portugueses terminou um curso de formação de duas semanas.

Os estudantes, oriundos do Instituto Superior Técnico, Universidade de Aveiro e Instituto Politécnico de Leiria, foram os primeiros abrangidos pelo protocolo de cooperação assinado em 2014 entre a AICEP e a Huawei e que vigora durante cinco anos.

A China tornou-se um dos maiores investidores em Portugal, estimando-se em cerca de 10 mil milhões de euros o montante de capital chinês investido na economia portuguesa desde que a China Three Gorges ganhou o concurso para a privatização de 21,35% do capital da EDP, em Dezembro de 2011.

“As relações económicas entre Portugal e a China ao nível do investimento e no plano comercial nunca foram tão fortes como agora, estando a China actualmente entre os 10 principais parceiros comerciais de Portugal”, disse Miguel Frasquilho. (Macauhub/CN/PT)

MACAUHUB FRENCH