Governo de Angola alarga área de concessão mineira para a exploração de diamantes

7 August 2015

A área da concessão atribuída pelo governo de Angola à Sociedade Mineira do Lulo para a exploração de diamantes de aluvião, foi “significativamente alargada” para 1500 quilómetros quadrados, informou quinta-feira a Lucapa Diamond Company.

Em comunicado, a empresa australiana informou que a informação foi transmitida pelo Ministério da Geologia e Minas, sendo que a anterior área da concessão do Lulo, válida por um período de 35 anos, era de 218 quilómetros quadrados.

A Lucapa Diamond Company informou ainda que a área de exploração agora alargada representa metade de toda a concessão do aluvião do Lulo, na província angolana da Lunda Norte.

“Foi atribuída [a concessão adicional, pelo governo angolano] à Lucapa e aos seus parceiros sem nenhum custo adicional”, refere a mesma informação, com a empresa australiana a esperar “resultados positivos” desta extensão.

A Lucapa Diamond Company tem como parceiros angolanos neste projecto a estatal Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama) e o grupo privado Rosas & Pétalas.

A concessão do Lulo dista 150 quilómetros da mina de diamantes de Catoca, que tem o maior quimberlito de Angola e o quarto maior do mundo, estando ambas localizadas na mesma área geológica. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH