Brasil oferece laboratório especializado em tuberculose a São Tomé e Príncipe

14 August 2015

O Brasil despendeu mais de 500 mil dólares na montagem de um laboratório especializado no diagnóstico e tratamento de tuberculose em São Tomé e Príncipe, que deverá entrar em funcionamento dentro de oito meses, disse o embaixador do Brasil.

O embaixador José Carlos Leitão, citado pela imprensa brasileira, disse que o laboratório vai permitir um “diagnóstico correcto” da tuberculose em São Tomé e Príncipe e vai ser provido dos “equipamentos mais modernos” existentes no mercado.

Por seu turno, o coordenador do Programa de Luta Contra a Tuberculose de São Tomé e Príncipe disse que a montagem de um laboratório para o diagnóstico e tratamento da doença é “muito importante” dado existirem no país casos de tuberculose resistente aos medicamentos e outros com infecção com vírus da imunodeficiência humana (VIH).

O diplomata brasileiro acreditado em São Tomé e Príncipe salientou que a entrada em funcionamento do laboratório vai pôr fim ao envio de amostras para laboratórios nos Camarões e vai permitir detectar mais rapidamente casos de tuberculose. (Macauhub/BR/ST)

MACAUHUB FRENCH