Indonésia ajuda Timor-Leste a desenvolver agricultura

27 August 2015

Timor-Leste vai contar com a ajuda da Indonésia para desenvolver a agricultura e diversificar a produção, a fim de melhorar a economia e combater a má nutrição, afirmou quarta-feira o ministro da Agricultura e Pesca timorense.

Estanislau da Silva falava em Jacarta no mesmo dia em que Timor-Leste e a Indonésia assinaram dois memorandos de entendimento para a cooperação agrícola e para a cooperação técnica no sector da silvicultura, no âmbito da primeira visita oficial ao estrangeiro do primeiro-ministro, Rui Maria de Araújo.

Embora já existissem acordos entre os dois países na área da agricultura, o ministro espera que, a partir de agora, estejam criadas as bases para a “aquisição de conhecimento e tecnologia” e para “desenvolver, de uma forma mais acentuada, a investigação.”

Além do envio de técnicos timorenses para acções de formação na Indonésia, tirando vantagem das facilidades no idioma, da experiência indonésia e da similitude dos produtos cultivados, como o arroz, o ministro admitiu mesmo “recrutar técnicos indonésios para trabalhar em Timor-Leste.”

O também coordenador dos Assuntos Económicos no governo que assumiu funções a 16 de Fevereiro salientou que, apesar da recente distribuição de tractores, a produtividade no sector agrícola “continua a não crescer de forma efectiva, tendo inclusive descido”, sendo por isso necessária mais formação.

A economia não-petrolífera de Timor-Leste baseia-se fundamentalmente na agricultura, com 70% dos cidadãos a depender deste sector, embora a produção seja maioritariamente de subsistência e rudimentar, disse Estanislau da Silva, citado pela agência noticiosa Lusa. (Macauhub/TL)

MACAUHUB FRENCH