Timor-Leste deverá obter estatuto de observador na ASEAN este ano

28 August 2015

Timor-Leste deverá adquirir o estatuto de observador na Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) este ano, disse o coordenador dos Assuntos Económicos e ministro da Agricultura e Pescas, Estanislau da Silva.

O mais recente país do Sudeste Asiático apresentou a candidatura oficial à ASEAN em 2011, mas Singapura – o único Estado-membro que tem mostrado reservas -, defendeu, desde logo, que tal devia acontecer só em 2015.

O ministro timorense, que falava à agência noticiosa Lusa durante uma visita oficial de três dias à Indonésia, encabeçada pelo primeiro-ministro, Rui Maria de Araújo, disse que, para já, dever ser apenas atribuído o estatuto de observador, o que deverá acontecer na cimeira de Novembro na Malásia, país com a presidência rotativa.

Estanislau da Silva reconheceu que o país “ainda tem muito que fazer para preencher os critérios exigidos” pela ASEAN, participando nas reuniões da associação como “convidado especial”.

Em Janeiro, Shahriman Lockman, analista do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais da Malásia, disse à agência noticiosa que os países fundadores retiraram uma lição da entrada da Birmânia, cujos problemas “se tornaram em problemas da ASEAN.”

A ASEAN, que conta com dez Estados-membros desde que foi criada a 8 de Agosto de 1967, tem como principais objectivos fomentar o crescimento económico e a estabilidade na região. (Macauhub/TL)

MACAUHUB FRENCH