Grupo chinês Anbang Insurance falha compra do português Novo Banco

2 September 2015

As negociações com o grupo chinês Anbang Insurance para a compra do Novo Banco falharam, tendo o Banco de Portugal convidado para negociações o potencial comprador cuja proposta ficou em segundo lugar, informou o banco central em comunicado divulgado terça-feira.

O “potencial comprador cuja proposta qualificada ficou em segundo lugar” tem sido identificado como o fundo de investimento norte-americano Apolo Global Management mas o matutino Jornal de Negócios escreveu que o Banco de Portugal terá escolhido a Fosun International, o outro grupo chinês que pretende adquirir o Novo Banco, para a próxima fase de negociação.

O comunicado do Banco de Portugal é esparso em pormenores, dizendo apenas que não tendo sido possível chegar a acordo com a Anbang Insurance seguem-se negociações com o segundo classificado, embora adiante que a proposta vinculativa entregue pelo terceiro potencial comprador permanece integralmente válida.

No primeiro semestre, o Novo Banco registou prejuízos de 251,9 milhões de euros, mas excluindo factores de natureza não recorrente o resultado foi negativo em 188,9 milhões de euros.

Entre os factores de natureza não recorrente está a imparidade relativa à Pharol SGPS/Oi, no montante de 55,4 milhões de euros, a reavaliação de passivos, de 59,4 milhões de euros, as provisões para outros activos e contingências de 59,4 milhões de euros negativos e os custos com reformas antecipadas e indemnizações, de 7,6 milhões de euros, de acordo com informação divulgada pela instituição financeira. (Macauhub/CN/PT)

MACAUHUB FRENCH