Timor-Leste e Malásia assinam memorando para combater corrupção

8 September 2015

O memorando assinado entre as comissões anti-corrupção da Malásia (MACC) e de Timor-Leste (CAC) visa fomentar os laços bilaterais no combate à corrupção, sob todas as suas formas, afirmou há dias o vice-comissário com o pelouro da prevenção da MACC.

Datuk Mustafar Ali disse ainda que o memorando de entendimento que foi assinado por responsáveis das duas comissões, no caso de Timor-Leste pelo comissário Adérito Tilman, abrange áreas como formação, intercâmbio de especialistas e apoio no desenvolvimento de recursos humanos.

O vice-comissário malaio disse também estar prevista a troca de informações como forma expedita para combater a corrupção nos dois países.

Este memorando de entendimento é o décimo quarto a ser assinado pela MACC com entidades e agências congéneres e pretende, destacou Datuk Mustafar Ali, “fortalecer mutuamente as nossas capacidades operacionais.”

A Comissão Anti-Corrupção (CAC) timorense já concluiu, desde a sua criação em 2009, quase 30 inquéritos de investigação por alegada corrupção envolvendo ex-membros do governo de Timor-Leste.

O maior número de casos diz respeito a abuso de poder, com um elevado número de participação económica em negócio, em que se evidenciam casos de conflitos de interesse, com “mistura entre interesses públicos e privados” a vários níveis. (Macauhub/TL)

MACAUHUB FRENCH