Localidades fronteiriças de Angola vão ter plataformas logísticas

11 September 2015

As localidades fronteiriças de Massabi (Cabinda), Luvo (Zaire) e Santa Clara (Cunene) vão ter, a prazo, plataformas logísticas, que serão geridas em regime de concessão, informou quinta-feira, em Luanda, o ministro dos Transportes, Augusto Tomás.

O ministro, que falava no final da reunião conjunta da Comissão Económica e da Comissão para Economia Real do Conselho de Ministros, disse que o documento aprovado destina-se a visa criar condições para dar início ao processo de negociação visando a celebração de um contrato de concessão para a implantação de três plataformas.

O diploma, prosseguiu Augusto Tomás citado pela agência noticiosa Angop, vai regular as condições em que se vai processar a parceria entre o Estado e o sector privado, além de estabelecer um prazo máximo de concessão de 30 anos.

A rede nacional de plataformas logísticas é um programa já aprovado pelo governo angolano que abarca todo o território nacional com mais de 40 plataformas implantadas nas 18 províncias do país. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH