Reparação de linha de transporte de energia em Moçambique custa 4 milhões de dólares

18 September 2015

A reparação da linha de transporte de energia eléctrica Centro/Nordeste a partir de Chimuara até Nampula, incluindo toda a região norte de Moçambique, vai custar mais de 4 milhões de dólares, disse o porta-voz do governo provincial da Zambézia.

Boaventura Manhique, citado pelo jornal Notícias, de Maputo, disse há dias que aquele montante terá como destino as obras de reposição de torres metálicas destruídas pelas calamidades naturais que fustigaram a província em Janeiro deste ano, indemnizações às famílias abrangidas pelo traçado da linha, bem como o pagamento do contracto da empreitada.

As torres que actualmente garantem o fornecimento de energia eléctrica são de madeira, indo ser substituídas por torres metálicas, num obra que deverá ter início ainda este mês, de acordo com o porta-voz, que acrescentou sair aquela verba do Orçamento de Estado e dos fundos próprios e da estatal Electricidade de Moçambique.

A interrupção no fornecimento de energia eléctrica às províncias da Zambézia (Mocuba), Nampula, Cabo Delgado e Niassa afectou mais de 350 mil clientes, incluindo muitas infra-estruturas económicas e sociais, nomeadamente hospitais, escolas, abastecimento de água e outros serviços públicos.

A obra foi adjudicada à empresa portuguesa Sociedade de Empreitadas e Trabalhos Hidráulicos (SETH) em finais de Maio último pelo valor de 3,7 milhões de euros, contemplando o caderno de encargos que a reparação da linha de transporte fique concluída dia 6 de Novembro próximo.

As chuvas, acompanhadas de ventos fortes, que se registaram em Janeiro causaram a queda de 10 torres no distrito de Mocuba, ao longo de cinco quilómetros, tendo as regiões centro e norte do país ficado sem energia eléctrica durante 27 dias, enquanto decorria a reparação provisória. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH